Índice de títulos


Observatório Militar da Praia Vermelha - Fóruns

O Observatório Militar da Praia Vermelha (OMPV) foi criado no dia 20 de setembro de 2017, com a missão de realizar estudos políticos e estratégicos de interesse da área militar, em particular do Exército, dando um tratamento multidisciplinar a essas questões e, também, de contribuir para o incremento e a difusão da mentalidade de Defesa.

Desta forma, o OMPV se propõe a realizar o acompanhamento do cenário geopolítico definido em áreas temáticas de interesse, sob a ótica das Ciências Militares, produzindo e divulgando conhecimento de modo contínuo e oportuno referente aos assuntos que tenham aderência aos interesses do Exército, em especial aos que impactam no estudo do preparo e do emprego da Força Terrestre.

  • A Intervenção Federal na Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro

    maio 29, 2018 – maio 29, 2018

    Assim como diversos Estados do país, o Rio de Janeiro vive uma crise de segurança pública responsável por um ambiente inseguro e volátil.

     

    Fruto disso, por decisão do Governo Federal, a intervenção federal decretada no Estado do Rio de Janeiro até o dia 31 de dezembro do corrente ano alcançará somente a área de segurança pública. Nesse recorte, a responsabilidade de gerir essa área, que é estadual, passou para as mãos do Governo Federal por intermédio do General-de-Exército Walter Souza Braga Netto, Comandante Militar do Leste, nomeado interventor federal.

     

    A intervenção federal nos Estados está prevista na Constituição de 1988, mas desde a vigência da referida Carta Magna, nunca tinha sido aplicada até agora. Visa, primordialmente, conter grave comprometimento da ordem pública.

     

    Neste diapasão, o interventor federal passou a gerir a segurança pública fluminense, controlando a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESEG), Secretaria de Estado de Defesa Civil (SEDEC) e a Secretaria de Estado Administração Penitenciária (SEAP).

     

    O Observatório Militar da Praia Vermelha (OMPV) foi criado no dia 20 de setembro de 2017, com a missão de realizar estudos políticos e estratégicos de interesse da área militar, em particular do Exército, dando um tratamento multidisciplinar a essas questões e, também, de contribuir para o incremento e a difusão da mentalidade de Defesa.


    Desta forma, o OMPV se propõe a realizar o acompanhamento do cenário geopolítico definido em áreas temáticas de interesse, sob a ótica das Ciências Militares, produzindo e divulgando conhecimento de modo contínuo e oportuno referente aos assuntos que tenham aderência aos interesses do Exército, em especial aos que impactam no estudo do preparo e do emprego da Força Terrestre.


    Dentro deste contexto o OMPV já realizou outros dois Fóruns, discutindo suas causas e os aspectos jurídicos da Intervenção Federal.


    Este 3º Fórum, após 100 dias da Intervenção Federal, tem por finalidade debater as medidas anunciadas e os resultados alcançados até o momento.

     

    O evento ocorrerá dia 29 de maio, de 09:30h às 12:30h.

     

    Foram convidados para participar dos debates o Deputado Federal Hugo Leal Melo da Silva, o Jornalista Antonio Carlos Pereira e o Secretário de Estado de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, General Richard Fernandez Nunes.

     

     

     

     

SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA MILITAR

O Simpósio Nacional de História Militar busca congregar acadêmicos, docentes, estudantes e pesquisadores da História Militar, civis e militares. Sua proposta é a de buscar a articulação do campo da História Militar, tratando da pesquisa na área, das problemáticas referentes ao objeto da História Militar, seus métodos e técnicas de pesquisa, suas relações com outras dimensões da História e com outras disciplinas como a Sociologia, a Antropologia, a Ciência Política, bem como da utilização dos arquivos militares e institucionais no Brasil e na América.

O objetivo do Simpósio é consolidar a História Militar como área de pesquisa interdisciplinar, plural e polifônica, visando congregar as diferentes perspectivas de pesquisas acadêmicas em andamento.

  • III Simpósio Nacional de História Militar

    agosto 14, 2018 – agosto 17, 2018

    A Escola de Comando e Estado-Maior do Exército - Escola Marechal Castello Branco - sediará, no período de 14 a 17 de agosto do corrente ano, o III SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA MILITAR.

    Este evento busca congregar acadêmicos, docentes, estudantes e pesquisadores da História Militar, civis e militares. Sua proposta é a de buscar a articulação do campo da História Militar, tratando da pesquisa na área, das problemáticas referentes ao objeto da História Militar, seus métodos e técnicas de pesquisa, suas relações com outras dimensões da História e com outras disciplinas como a Sociologia, a Antropologia, a Ciência Política, bem como da utilização dos arquivos militares e institucionais no Brasil e na América.

    O objetivo do Simpósio é consolidar a História Militar como área de pesquisa interdisciplinar, plural e polifônica, visando congregar as diferentes perspectivas de pesquisas acadêmicas em andamento.

    A programação do Simpósio favorecerá o debate sobre os estudos de História Militar em curso no Brasil, por intermédio de conferências, mesas redondas e simpósios temáticos. Os resultados obtidos neste fórum serão publicados em formato digital e impresso.

    Este evento é aberto ao público em geral, mediante inscrição prévia e gratuita nas categorias “Autor” e “Ouvinte”. As instruções estão disponibilizadas neste site.

    ATENÇÃO! As inscrições de Autores foram prorrogadas até 10 de junho de 2018.

    DPHDM EGN

Seminário de Defesa Quimíca, Biológica, Radiológica e Nuclear

A Escola de Comando e Estado-Maior do Exército - Escola Marechal Castello Branco - e o Comando de Operações Terrestres (COTER), farão realizar, nos dias 16 e 17 de novembro do corrente ano, o Seminário de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear, com o tema “A Arquitetura de Defesa QBRN do Brasil: Preparo e Resposta para Ccenários de Guerra e Não-Guerra”, tendo como objetivos: mapear a arquitetura de DQBRN do Brasil, considerando as relações civis- militares e avaliar o sistema de preparo e resposta para cenários QBRN de guerra e não-guerra no Brasil.

O evento é aberto ao público em geral, em especial a estudiosos do tema e ao universo acadêmico, mediante inscrição neste site.

  • Seminário de Defesa Quimíca, Biológica, Radiológica e Nuclear

    novembro 16, 2017 – novembro 17, 2017

    A Escola de Comando e Estado-Maior do Exército - Escola Marechal Castello Branco - e o Comando de Operações Terrestres (COTER), farão realizar, nos dias 16 e 17 de novembro do corrente ano, o Seminário de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear, com o tema “A Arquitetura de Defesa QBRN do Brasil: Preparo e Resposta para Cenários de Guerra e Não-Guerra”, tendo como objetivos: mapear a arquitetura de DQBRN do Brasil, considerando as relações civis- militares e avaliar o sistema de preparo e resposta para cenários QBRN de guerra e não-guerra no Brasil.

    O evento é aberto ao público em geral, em especial a estudiosos do tema e ao universo acadêmico, mediante inscrição neste site.

     

    VAGAS LIMITADAS.

    AS INSCRIÇÕES DEVEM SER REALIZADAS SOMENTE PELO SITE.

Ciclo de Estudos Estratégicos

Os Ciclos de Estudos Estratégicos da ECEME visam a promover um amplo forum de debates sobre determinadas temáticas, particularmente as relacionadas com a Defesa Nacional.

No contexto desse propósito, busca-se, em especial, discutir com segmentos da sociedade brasileira assuntos relevantes para a vida nacional, o que faculta ampla participação de interessados nesses eventos.

 

  • XIX CICLO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS

    setembro 3, 2018 – setembro 5, 2018

    No Brasil, a discussão acerca de uma nova agenda de segurança e defesa para o país implica no enfoque do Exército Brasileiro (EB) como ator nacional permanente e no entendimento do seu processo de racionalização sistêmica, inserido no contexto da transformação da instituição para fazer face aos desafios complexos do Século XXI.

    Sob este prisma, o XIX Ciclo de Estudos Estratégicos da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) promoverá o debate da temática “As Relações Institucionais do Exército Brasileiro”, sendo realizado no período de 03 a 05 de setembro de 2018, nas dependências da Escola Marechal Castello Branco. O evento é a “janela de oportunidade” para instigar a discussão acerca de como pode ser aperfeiçoada/aprimorada a gestão das relações institucionais do Exército Brasileiro para, assim, prospectar oportunidades na gestão do relacionamento institucional da Força com outros atores relevantes, nacionais e internacionais.

    Em especial, o evento contribui com o esforço, em andamento, do Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército (CPEAEx) em: realizar um diagnóstico acerca dos relacionamentos institucionais do EB; identificar e mapear os principais temas/canais de relacionamento/interação da instituição com a sociedade; e delinear ações estratégicas que possam contribuir para o aperfeiçoamento da alta administração da instituição.

    Para tanto, o evento integrará a participação das seguintes instituições: Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG), Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A. (EMBRAER), Avibras Indústria Aeroespacial (AVIBRAS), Federação de Indústria do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC).

    Como dividendos, estima-se que o evento amplie a percepção acerca da relevância das relações institucionais da Força, evidenciando os principais atores envolvidos, levantando as principais ofertas/demandas de interação (internacionais, nacionais e regionais) que dirigem os relacionamentos institucionais, além de antever ações para otimizar a gestão deste relacionamento com outros atores de interesse para a Sociedade e para o Estado Brasileiro.

  • XVIII CICLO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS

    abril 24, 2018 – abril 26, 2018

    A Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) - Escola Marechal Castello Branco - realizará, no período de 24 a 26 de abril, do corrente ano, o XVIII CICLO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS com o tema “O PREPARO DA FORÇA TERRESTRE”.

    O processo de Transformação do Exército tem sua origem no diagnóstico de que o Exército Brasileiro necessita de capacidades compatíveis com a estatura política e estratégica do Brasil em face da inexorável condição de potência mundial.

    A partir da percepção da necessidade de se transformar o Exército Brasileiro da “Era Industrial” para a “Era do Conhecimento”, fez-se mister um planejamento que determinasse um conjunto de ações estratégicas, as quais têm conduzido essa Transformação por meio de um Projeto de Força (PROFORÇA).

    O PROFORÇA apresenta a concepção do Exército Brasileiro, baseada em capacidades, para os marcos temporais de 2015, 2022 e 2031, orientando o processo de Transformação, o qual será conduzido pelos Vetores de Transformação: Ciência & Tecnologia, Doutrina, Educação & Cultura, Engenharia, Gestão, Logística, Orçamento & Finanças, Preparo & Emprego e Recursos Humanos.

    Nesse contexto, a ECEME, em parceria com o Comando de Operações Terrestres (COTER), tem desenvolvido um Projeto Interdisciplinar (PI) sobre o Preparo da Força Terrestre, sob a ótica de um Planejamento baseado em capacidades. O PI é elaborado pelos alunos do 2º ano do Curso de Comando e Estado-Maior.

    Por outro lado, as Forças Armadas necessitam estar alinhadas aos interesses e percepções da sociedade. Por essa razão, a ECEME traz à discussão e ao debate o Preparo da Força Terrestre para o Brasil, tendo como interlocutores representantes e formadores de opinião da sociedade brasileira, da academia e do Estado, responsável direto por planejar e prover a Segurança e Defesa Nacionais.

    Da mesma forma, sob uma perspectiva comparada, teremos oportunidade de visualizar a experiência de outros exércitos, razão pela qual contaremos com representantes dos exércitos da Argentina, do Equador, da Espanha e do México.

    Este evento é aberto ao público em geral, mediante inscrição prévia e gratuita como participante. As instruções estão disponibilizadas no site www.eceme.eb.mil.br.

     

  • XVII Ciclo de Estudos Estratégicos

    setembro 4, 2017 – setembro 6, 2017

    A Escola de Comando e Estado-Maior do Exército - Escola Marechal Castello Branco - realizará, no período de 04 a 06 de setembro do corrente ano, o XVII CICLO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS com o tema “UMA NOVA AGENDA DE DEFESA NACIONAL PARA O BRASIL”.

    A implantação de uma Estratégia Nacional de Defesa a partir do ano de 2008 permitiu maior visibilidade e reflexão sobre a temática em todos os setores da sociedade, proporcionando que o tema “Defesa” fosse incluído na agenda nacional. Neste contexto,  importantes documentos de Defesa foram produzidos, como o Livro Branco de Defesa Nacional, publicado no ano de 2012, para ampla difusão à sociedade brasileira e comunidade internacional.

    Em que pese a atualização desses documentos nos últimos anos, observa-se que a recente alteração da ordem mundial, com mudanças nos cenários geopolíticos global, regional e nacional, tem grande impacto no estudo, na análise e nas perspectivas para a Defesa Nacional.

    Nesse sentido, a ECEME traz à discussão e debate a construção de uma nova agenda de Defesa para o Brasil, tendo, como interlocutores, representantes e formadores de opinião da sociedade brasileira, do segmento produtivo, da academia e do Estado,  este o responsável direto por planejar e prover a Segurança e Defesa Nacionais.

    Adicionalmente, a Escola convida para apresentação de trabalhos e debates o público estudioso do assunto, a fim de integrar as mesas temáticas sobre: Ameaças à Segurança e à Defesa do Brasil no Séc. XXI; Defesa e Recursos Estratégicos; Novas Tecnologias e seus impactos para a Segurança e a Defesa; A base Industrial de Defesa e Segurança e Defesa Nacional; Política de Defesa e Política Externa; e Sociedade e Defesa. O link para submissão de artigos está disponível.

    Este evento é aberto ao público em geral, mediante inscrição prévia e gratuita como participante. As instruções estão disponibilizadas neste site.

    A ECEME convida, ainda, para o lançamento do livro: ATLAS DA POLÍTICA BRASILEIRA DE DEFESA, de autoria da Professora Maria Regina Soares de Lima e equipe de pesquisadores, publicado pela editora CLACSO – Latitude Sul, a ser realizado no dia 05 de setembro após o término das atividades do Ciclo.

  • XVI Ciclo de Estudos Estratégicos

    maio 15, 2017 – maio 17, 2017

    A Escola de Comando e Estado-Maior do Exército - Escola Marechal Castello Branco –, em parceria com a Universidade Federal Fluminense/Instituto de Estudos Estratégicos, fará realizar, no período de 15 a 17 de maio do corrente ano, o XVI CICLO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS com o tema “Crise na Segurança Pública e Defesa Nacional”, cujo propósito principal é discutir com segmentos da sociedade essa temática, de suma importância para a vida nacional e para a tranquilidade da família brasileira.

    O evento é aberto ao público em geral, em especial a estudiosos do tema e ao universo acadêmico, mediante inscrição neste site.

  • X Ciclo de Estudos Estratégicos

    maio 24, 2011 – maio 26, 2011

    A programação proposta na 10ª edição do Ciclo de Estudos Estratégicos tem por objetivooferecer uma abordagem sistêmica e vertical, em que possam ser contemplados enfoques de todos os níveis envolvidos nessa temática: o político-estratégico, na tarde do primeiro dia; o setorial, nosegundo dia; e o operacional, encerrando o ciclo no último dia.